Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Reuters) - Os relatos de que um ataque a tiros estaria acontecendo em uma escola no Estado norte-americano da Carolina do Norte foram um alarme falso, provocado por um defeito em um aquecedor que soou como disparos de fuzil, segundo a mídia local.

"Não há atirador ativo", disse o diretor de gerenciamento de emergências do condado de Penter, Tom Collins, segundo o jornal Fayetteville Observer. "É um aquecedor de água defeituoso".

Collins disse que um barulho provocado pelo aquecedor "soou exatamente como o disparo de um AR-15 (fuzil semiautomático)", reportou o jornal. O alarme falso provocou retiradas e fez com que a escola Topsail, na cidade de Hampstead, fosse isolada.

Collins não respondeu de imediato a pedido por comentário e não ficou claro o que causou o problema no aquecedor.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.










Reuters